Eu não estava feliz com o meu blog

by - maio 16, 2024

Eu não estava feliz com o meu blog

Já fazem uns nove meses que eu não escrevo no blog, por conta de muitas mudanças caóticas que aconteceram na minha vida, mas e o grande bloqueio que empatava o meu fluxo de escrita é que eu não tava feliz com o conteúdo sendo compartilhado no blog. Amo escrever desde que aprendi as minhas primeiras letras. Sabia que queria ser jornalista quando eu tinha 13 anos, escrever faz parte de mim. Tenho tanta necessidade de escrever quanto de beber água ou respirar. Mas quando escrever se tornou minha profissão eu acabei entrando num universo de regras de SEO, algoritmos de redes sociais e batalhas por cliques que no longo prazo tiraram um pouco o meu prazer de me comunicar escrevendo. E a ideia de ter um blog pessoal era justamente ter um espaço seguro onde eu pudesse me expressar sem limitações. Eu adoro o layout do meu blog e as configurações atuais, esses elementos fazem sentido pra mim até o momento. Mas o principal, o conteúdo que estava sendo compartilhado, não era autêntico. Olhando pra tudo que escrevi aqui no ano passado, não tenho vontade de ler nada, não é algo que fez meus olhos brilharem, sabe? Então eu comecei a questionar porque eu estava compartilhando coisas que eu mesma talvez não consumisse. Posts que não transmitiam a minha essência, minhas visões de mundo. Que mensagens eu estava tentando passar com aqueles assuntos? Se é que havia alguma mensagem a ser passada, talvez eu só estivesse cumprindo a obrigação de ter um blog ativo porque sou jornalista e esse é o tipo de coisa legal que os jornalistas fazem, certo? Da metade do ano passado pra cá eu embarquei numa jornada espiritual profunda, encarei sombras que eu tava evitando olhar a todo o custo. Assumi defeitos, erros, refiz planos, recalculei rotas e cheguei a conclusão que eu quero escrever com a intenção de externar o que está dentro da minha alma. Não faz sentido, pra mim, transformar a atividade que eu mais amo em algo mecânico apenas para cumprir uma tabela. Eu quero escrever com o coração, ser autêntica, fiel a minha essência. Poder dividir um pedaço de mim mesma com algumas pessoas legais nesse lugar insano que é a internet. No mais, sigo no processo de entender quem eu sou e de agradar a mim mesma. Então a partir de agora vou seguir meu fluxo criativo particular, não vou seguir uma linha editorial, na verdade, a linha editorial do Deusa Ocupada sou eu mesma. A ideia é não crisar com as boas práticas do SEO nem com os assuntos do momento. Esse é meu lugar seguro na internet e é através dele que eu vou manifestar partes do meu universo pessoal. Basicamente tô retomando as postagens no blog focada em compartilhar apenas o que faz sentido pra mim. A partir de agora eu quero escrever para me sentir bem, de verdade, meu objetivo é finalizar um texto e sentir que eu me expressei do jeitinho que eu queria. Então vai rolar muito conteúdo aleatório por aqui, mas tudo feito com muito amor e autenticidade. Escrevo para agradar a mim mesma e gerar conexão com quem estiver na mesma frequência.

You May Also Like

0 comentários